NOTIFICAÇÃO EXTRAJUDICIAL: QUAIS SUAS FINALIDADES, COMO FORMULÁ-LA E COMO REMETÊ-LA

_edited.jpg

Âmbito Jurídico

A inadimplência é um problema que afeta milhões de brasileiros. De acordo com o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC), 41% da população brasileira acumula contas atrasadas há mais de três meses.

Dentre as inadimplências que podem ser citadas, está o inadimplemento contratual, também conhecido como cumprimento imperfeito, o qual consiste no descumprimento absoluto ou relativo de uma ou mais obrigações assumidas. Prestadores autônomos de serviços, por exemplo, com frequência, têm problemas devido à inadimplência de seus clientes. Seja por meio de um contrato verbal ou escrito, o descumprimento das obrigações de ambas as partes é mais comum do que você imagina. Em vista disso, há uma medida que pode ser tomada a fim de solucionar esse problema: cobrar extrajudicialmente o valor devido. Essa é a maneira mais adequada de evitar conflitos na justiça. Neste artigo, apresentarei a você a notificação extrajudicial, um documento legal que pode ajudar em casos como esse.

Leia na íntegra